Terça-feira, 22 de Maio de 2007

O Paraíso

Sob o céu um árvore
Sob a árvore um pedaço de relva...
Sobre a relva estendido, teu corpo desnudo...
Sobre o teu ouvido deitado, sussurro prazeres e deleites mil...
dedilhando em tuas costas mil acordes
que os teus lábios em surdina reproduzem...
Sobre nós... um céu azulado de anis...
 
 
tags:
publicado por oamante às 07:44

link do post | comentar | favorito
25 comentários:
De misinha a 22 de Maio de 2007 às 12:27
E eu nunca imaginei que a ilha gerasse um homem tão apaixonado, incendiado, arrebatado, inflamado, fogoso, enfim, um homem tão sensualmente irrequieto!
Assim, não há Esposa que aguente!!!
Estamos nós, aqui!
De oamante a 23 de Maio de 2007 às 12:09
Numa ilha, a necessidade fortalece a alma e... o coração, dada a ausência do resto do mundo.
De Anónimo a 24 de Maio de 2007 às 08:17
És muito filosófico...
Vem para o continente amore mio!
Porque aqui há falta de amantes como tu!!!
De oamante a 24 de Maio de 2007 às 15:37
Será que é destes ares da ilha?
Então não há por aí amantes filósofos? Que pena!
Então eles só querem mesmo "daquilo"? Nem dá para falar, levar a um café, um passeio?
Bem... estou a pensar seriamente em ir para aí...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. E assim me vou!

. Adoro mulheres em fúria!

. A Paixão

. Taradices?

. O Paraíso

. Culpado

. Como isto não cabia nos c...

. Amante de Casadas

. Masturbação e Fellatio

. Fantasias III

.arquivos

. Agosto 2010

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds