Terça-feira, 27 de Março de 2007

O desinteresse masculino existe?


Primeira situação:

Vi num filme do Matt Damon uma situação "diferente" em que um rapaz tentava, durante 30 dias, não cair em tentação com raparigas. Como nunca cheguei a ver o fim do filme não sei o que aconteceu.

Outra situação:

Ele: (Isto ter sexo assim, não me apetece nada).
---
Ele: Hoje tenho dores de cabeça!
---
Ele: Hoje tou cansadíssimo!
---
Ele: Tenho uma dor aqui, não dá!
---
Ele: O período?! Isso já passa em 4 dias! Calma
---
Ele: Tou cansado!
Ela: Caramba! Já não fazemos há 2 meses! Nunca te apetece. Não gostas de mim?
Ele: Gosto! Mas agora não me apetece.
Ela: E eu como é que me sinto?
Ele: Mas então, podemos ser marido e mulher e ter muita amizade. O casamento não é só sexo!
Ela: Isto assim mais parecemos irmãos!
Ele: Pronto, amanhã já estarei melhor. fazemos hoje à noite.

Acham qualquer uma das situações aqui retratadas passíveis de acontecer, na vida real? É que costumamos ver ao contrário, mas assim não é tão comum! Ou é?
 
 
publicado por oamante às 14:57

link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Como seduzem os amantes?

Em conversas com amigos, na net e por outras vias, apercebi-me do que leva realmente as mulheres a optar por ter um amante.
Há aquela noção de que querem apenas sexo, que o marido não é bom e isto e aquilo.
Mas se repararmos bem, os amantes introduzem-se na vida das mulheres dos outros através da sedução, quando notam que elas estão em baixo.
A causa dessa baixa estima costuma ser a vida rotineira que afasta o casal, a relação de poderio do homem sobre a mulher, obrigando-a a trabalhar fora e dentro, pois ao chegar a casa tem trabalho para fazer. E isto, dia após dia.
Elas não querem propriamente sexo. Basta chegar-se perto delas e perguntar-lhes pela vida,  como estão, se querem tomar um café. E depois, basta ir ouvindo, ouvindo muito tudo aquilo que elas têm para contar.
As mulheres casadas quase não têm tempo para si e têm vergonha de conversar com as amigas sobre a vida do casal, mas a um estranho com o poder de ouvir... elas dão tudo.
Estão já esgotadas de uma vida que não sonharam, a servir aquele que as escolheu para... companheiras!
E se um homem as abordar, ouvi-las e lhes der razão, elas afeiçoam-se e revêm naquele indivíduo o príncipe encantado com que tanto sonharam.

Não quer dizer que essa união dê certo, pois muitas vezes ela irá ter mais do mesmo, já que aqueles encontros fortuitos, não dão a conhecer um homem na sua plenitude.

Mas dá que pensar, toda esta história: se os homens dessem mais espaço à mulher e a ouvissem um pouco... os divórcios, ou as vidas amarguradas não aconteciam!
 
 
publicado por oamante às 09:54

link do post | comentar | ver comentários (49) | favorito
Quarta-feira, 14 de Março de 2007

Poliamor/Neomonogamia

Além do swing e para mim não tão artificiais quanto ele, estes dois movimentos (poliamor/neomonogamia) vêm salvar ou dar cabo do casamento, conforme o ponto de vista!
Eles prevêm que um casal possa ter relações extra-conjugais, consentidas pelo(a) parceiro(a), de forma a quebrar a monotonia que, por vezes, mata os casamentos monogâmicos.
Essa relação externa tanto pode ser meramente sexual, como constituir uma relação emocional.
Cabe também ao casal definir se quer ter conhecimento dos parceiros do seu conjugue, ou não, pois isso pode ser muito conflituoso.
E os casais devem admitir que as relações extra-conjugais podem ser pontuais ou duradoras, o que implica a existência de laços muito fortes entre o casal, para evitar a sua dissolução. Há que investir muito mais na vida do casal, nestas situações, pois o perigo está constantemente à espera; mas se o jogo for bem controlado, vai unir ainda mais os parceiros, pois o stress e os conflitos quotidianos de uma vida inteira juntos, são mais facilmente esbatidos.

Comentem!
 
 
publicado por oamante às 10:46

link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
Segunda-feira, 12 de Março de 2007

Amor intempestivo

Odi et amo. Quare id faciam fortasse requiris.
      Nescio, sed fieri sentio, et excrucior.

                                                                                                                de Caio Valério Catulo

    Tradução:

Odeio e amo.Talvez me perguntes por que faço isso. Não sei, mas sinto que acontece, e sofro.


Uma versão do amor, tão antiga como a própria humanidade: o poeta romano Catulo escreveu este pequeno poema perto de 60 a.C..
Ainda hoje sentimos no amor uma mistura de sentimentos sem nexo, ora amigáveis, ora violentos face à pessoa amada.

Vá-se lá compreender o Amor!
tags:
publicado por oamante às 17:01

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

A mulher e o casamento


Não sei porquê, mas podemos dizer que a mulher atravessa duas fases muito distintas na sua vida: antes do casamento e depois deste.

O namoro é eléctrico, cheio de paixão. As mulheres são arrojadas e fazem coisas que nos colocam em transe, desafiando as regras sociais.

Após o casamento, a parte sexual da mulher esfria um pouco, ela deixa-se de coisas tão arrojadas; quer a protecção do lar, do marido, das surpresas certinhas.
Parece que o casamento torna o acto sexual um acto vergonhoso.
Pelo menos é a crítica mais comum em inquéritos.

A causa desta alteração? Desconheço!

Já agora, esta é a crítica dos homens. Como somos nós, antes e depois do casamento?
tags:
publicado por oamante às 16:59

link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
Quinta-feira, 8 de Março de 2007

Realmente

Bem, decidi trazer umas cenas para o blog, por achar que faziam sentido, apesar de ver no que podia dar, daí ter deixado uma mensagem em post scriptum.
As fotos têm o seu quê de pornografia baixa, embora fossem um exemplo que na altura achei o melhor.
Como eu próprio achei que não era normal, o mesmo pensou o público alvo. Hesitei e queria deixá-las lá, mas aquilo pode também ser um pouco de sexo explícito, algo que eu não pretendia.
Vai daí, vou censurar-me e colocar as ditas fotos apenas no site. Quem quiser lá entrar, sabe com o que conta, dado o aviso à "porta".
No blog, não existe tal aviso.
Agora, o texto fica, porque pertence à alma do blog.
 
 
tags:
publicado por oamante às 16:00

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Às Mulheres!

        


Hoje, no Dia da Mulher venho dar também os parabéns a todas as minhas amantes! Afinal, vocês são também mulheres e das boas!

Neste dia, espero que recebam algo de diferente. nada de roupas, colares ou... panelas! Lol.

Homens, toca a embrulhá-lo em sacos especiais coloridos, ou papel crepe. Tanto dá! Mas embulhem-nos bem como na imagem acima.
Para quem gostar mais da mulher que tem à frente: pode sempre colocar uma rosa amarrada à glande, por dentro do embrulho, para ela tirar com...!

Divirtam-se todas vocês, Mulheres.

E lembrem-se: para variar, bastam estes pequenos truques, não é necessário grandes coisas!

P.S.: não se chateiem com as imagens, são uma brincadeira!
tags:
publicado por oamante às 14:06

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quarta-feira, 7 de Março de 2007

Furacões de luxúria

Furacão amoroso
in http://melt.weblogger.terra.com.br/


Todos conhecemos a força da Natureza, resultado do aquecimento global, pois temos sentido a força de ventos ciclónicos ou furacões em algumas partes do país.

E eu pensei que se a mulher faz parte da natureza, talvez tenha também algo de furacão. Afinal, eles têm nome de mulher e todos sabemos os furacões que elas são quando não lhes damos a resposta certa.

Por isso tudo, experimentei combater estes furacões femininos, que vivem lado a lado connosco. E sabem? Deu certo, só têm de utilizar o anticiclone que todos os homens têm e elas desfazem-se logo em movimentos de volúpia!
Deêm uma olhadela aqui, mas só homens, porque este é um segredo de estado (masculino, claro!).
tags:
publicado por oamante às 09:19

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 6 de Março de 2007

Estou triste

É assim mesmo, estou mesmo muito triste.
Há dias percebi que o blog da Shanna, «Tamanho XXL» tinha problemas. Ao ler o «Diário de Mim», da Analycia, percebi: o marido da Shanna pediu-lhe que acabasse com aquilo tudo.
Entre marido e mulher não se mete a colher, mas acho que a Shanna  não era cáustica, daí não aceitar que se lhe peça tal coisa.
Eu gostava de saber se o facto de eu vos chamar de amantes, vos pode dar problemas (já que é tudo virtual, é uma brincadeira minha)? Vendo bem, pode causar-vos chatices. Digam lá se querem que eu mude isso.
Mas acho que os post ajudam a retirar o stress de tudo: relações diárias, no trabalho, em casa, tudo.
É um meio de nos abstrairmos do mundo. Ninguém sabe quem somos, mas na net somos alguém.

Estou triste!
 
 
tags:
publicado por oamante às 09:57

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Segunda-feira, 5 de Março de 2007

O Copo do Amor

Copo do Amor
in http://daisybath.free.fr/Pin-up/Cocktail/VERRE.jpg


Todos se lembram do Santo Graal, ou da Taça do Rei de Tule.
Ao longo da história da humanidade tantas foram as taças ou copos por onde se bebeu algo de sagrado.
Pois o sexo não escapa a essa teoria e lá criou um copo diferente de tudo o resto, porque sabemos que na altura daquele fogo que nos consome, não há um copito de água que nos valha.

Mas, e que copo é esse? É de louça, de vidro, ou de pedras preciosas?

Nada disso, o copo capaz de apagar, ou atear, tamanho fogo está aqui no site.
tags:
publicado por oamante às 16:06

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. E assim me vou!

. Adoro mulheres em fúria!

. A Paixão

. Taradices?

. O Paraíso

. Culpado

. Como isto não cabia nos c...

. Amante de Casadas

. Masturbação e Fellatio

. Fantasias III

.arquivos

. Agosto 2010

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds