Segunda-feira, 30 de Abril de 2007

O dom de Midas?

Não sei se repararam, mas as minhas amantes estão a... ir-se! Pois, é que se ainda fosse em sentido contrário... tudo ok! Lol.
Começo a pensar que terei um dom parecido ao do mítico rei Midas, que transformava em ouro tudo aquilo em que tocava.
Só que eu, pareço ter o dom de calar os blogs das minhas amantes?! Serei eu um novo blog-killer?
Não sei, mas isto parece-me mesmo paixão: é tudo ou nada, é amar até morrer.
Francamente, não sei onde vai parar este abandono pelas minhas amantes. Ainda cheguei a pensar que elas não postavam por terem apanhado o avião... para aqui. Lol.
Vem tudo isto a propósito de terem desaparecido, primeiro a Poison, depois a Shanna e por último a Alyce.
Adeus minhas amantes... adeus...
tags:
publicado por oamante às 08:13

link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
Terça-feira, 24 de Abril de 2007

O Ponto G, de novo


Eu tenho andado a falar do Ponto G e de que como é bom excitá-lo para dar muito prazer à mulher, mas nunca tinha encontrado provas, sem serem as minhas.
Agora, um blogger, de nome Patra, enviou um vídeo à Felina de "O Meu Ponto G", onde se exemplifica a sua localização.
Achei interessante e aqui fica um link para o post da Felina, onde ele indica, no comentário, o site e o link do próprio site.
Divirtam-se e já agora: Afinal era tudo treta? Era?
Eu sou um amante de verdade... não é daqueles de brincar!
Gozem!
 
 P.S.: Agradecia que quem seja menor de 18 anos não entre no site! E se possível, não leia este post!

 
 
publicado por oamante às 12:00

link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

O Olhar


Quantos de vocês não começaram já um relacionamento por uma "mera" troca de olhares?
Não é à toa que se diz serem os olhos o espelho da alma.
Por isso, aqui vai uma... sei lá... técnica... para caçar com os olhos.
Quando escolherem uma mulher, dirijam-lhe uma olhar penetrante, que eu não sei dizer como, apenas sei como se faz (é assim... tão a ver? LOL).
Prendam-na com o olhar. Depois, esperam e se ela os procurar de novo, é indicação de que o jogo começou.
Aí, coloquem-se noutra posição,afastada, e esperem que ela os encontre. Quando os olhares se cruzarem, fixem-na bem e sorriam, como que a dizer: Ahá! Apanhei-te à minha procura!
Mudem de posição a ver no que dá. Se quiserem, já se podem aproximar, com um ar maroto e... meter conversa.
E é assim que o jogo do olhar funciona, só necessitando de um olhar firme, mas maroto, sensual, hipnótico e muito fixo.
Quem não consegue falar a olhar olhos nos olhos, que desista.
 
 
publicado por oamante às 17:51

link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
Quinta-feira, 19 de Abril de 2007

Masturbação

Ok, o post da Moura Ao Luar e alguns emails levam-me a falar um pouco dessa maravilhosa técnica milenar, que é a masturbação!
No plano masculino, sempre foi muito utilizada e deu muito jeito, para nos aliviar a tensão daqueles momentos em que a cabeça tá mais prá lá que prá cá!
Não temos pudor nenhum, arranjamos um sítio isolado, baixamos as calças e toca a fazê-lo.

Agora, no plano feminino, esta técnica assume outros contornos. Primeiro que tudo há uma história recente, onde se retratou a masturbação de demoníaca. Freud, mais científico (?!) observou que a masturbação do clítoris originava uma orgasmo menor, menos positivo.
Daí sempre se ter relegado para segundo plano, toda e qualquer discussão sobre a masturbação feminina e pior: levou-se a que as mulheres não a praticassem!

Puro engano! Quem leu o post da Moura Ao Luar percebe que quem se masturba conhece melhor o seu corpo.
Logo, é capaz de dizer ao parceiro o local e o modo onde sente mais prazer e verá que o sexo ganhará outra dimensão.
Já agora, o clítoris tem um prepúcio a cobrir a glande, tal como a glande do pénis. Para masturbá-lo com a mão, convém cobrir a glande com o prepúcio e lubrificar a zona, até com os fluidos vaginais.
Para quem não tem medo do lobo mau: no sexo oral, se baixarem o prepúcio, podem passar a língua lá directamente, ou chupá-lo! O que os homens sentem no sexo oral é igual.
Pensem nisso. Afinal os corpos masculino e feminino não são assim tão diferentes.
 
 
publicado por oamante às 19:42

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Mulheres assim... não, obrigado!

Este fim-de-semana, encontrámos um casal amigo, no Madeira Shopping (não sabem onde fica?) e fomos ao café. Sentámo-nos numa mesa vazia, e lá eu comecei a perguntar o que tomavam, para ir ao balcão pedir.
Qual não foi o meu espanto, quando o outro rapaz/homem/era um gajo novo (como eu, Lol) deu 5 euros à mulher e a manda ir ao balcão.
Nem me deu tempo para dizer que ia, porque ela foi logo.
Não gostei nem do modo como ele lhe pediu que fosse, nem do modo como lhe deu o dinheiro e pior, não gostei do modo como ela lhe devolveu o troco todo.

Não falei, porque eles são mais amigos da minha mulher e conheço-o mais ou menos apenas. E também não falei, porque acho que a mulher merece. Uma mulher que vê o marido chegar a casa às 19 horas, tomar banho, sair e voltar às 4 h da madrugada e aceitar que quer ficar com ele mesmo assim...

Eu não posso falar dele, pois pelos vistos quero o mesmo. Mas tratar alguém assim... como gato-sapato, como criada...
Talvez tenha chegado o momento de ser franco e fazer como diz a Kats, contando a verdade e dissolvendo o casamento, porque infidelidade é sempre traição.

Ultimamente, ando com ideias loucas, ando em reflexão. Daí não estar a postar como antes.
 
 
publicado por oamante às 17:58

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Parabéns!

Hoje venho apenas dar parabéns a duas pessoas que conheço da blogosfera:

À Kapinha, sei que ela sabe a quem me refiro, porque fez anos ontem, mas eu só hoje os consegui dar. É uma mulher de garra, que vai voltar, para bem de todos.

À Poison, porque penso que entrou para um novo ciclo de vida, recheado de coisas boas.
 
 
tags:
publicado por oamante às 09:26

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

A Mão e o Dedo

Dedo anelar direito maior

Acham que eu tenho culpa de ser um... amante? Cá nada! Estão a ver essa mão aí em cima? É minha!
Sabem que um cientista descobriu que os homens que têm o dedo anelar direito maior que o indicador têm mais testosterona do que os outros? Pois!
Durante a gestação, recebem mais testosterona.
Viram? A culpa não é minha, é do meu dedo!
O dito cientista fotografou a mão direita de jogadores de futebol e indicou ao treinador aqueles que seriam mais «mexidos» dentro do campo. Não é que após o treino, o treinador verificou isso mesmo.
Penso que foi por ter verificado isso que o médico que me trouxe ao mundo me deu uma palmada: «Se não tens culpa, vais ter!».
Agora, isso ajuda-me a perceber o facto de eu não ser dado a depressões, por muito que me aconteça! Não sou dado a neuras. Fico chateado, mas tomo uma decisão e isso passa-me. O facto de tomarmos uma decisão ajuda, qualquer que ela seja, mesmo que estúpida. Mais tarde podemos mudá-la.
É como a decisão relatada no post anterior. Pode ser disparatada, mas ajuda-me a continuar. Por agora é a mais acertada.
Ajuda-me a acalmar. Também comecei a vestir-me mal. Não muito, mas um pouco. É que se eu me visto bem, dizem-me logo coisas boas, pois parece que fico mesmo lindo! Lol. Haviam de ver-me de fato, então!E isso aguça-me logo os instintos de predador. Por isso... mas calma, ainda não cheguei a calçar meias brancas com calças pretas! Lol.
Sou predador, Sou Carneiro. Podem achar que eu ligo muito aos signos, mas enganam-se, pois até há um erro com eles. Eu como estou mais ligado à ciência, aprendi isso, mas... não digo. Sejam felizes como as ceifeiras, como dizia Fernando Pessoa.
Agora que esse signo acerta comigo acerta. Diz-mo a minha mulher que é mesmo eu.
Sou altruísta, romântico... seduzo uma mulher pela palavra, levo-a às montanhas de onde lhe dou a contemplar o mundo e depois... levo-a à Lua, a Marte... num turbilhão de sentimentos e fogosidade!
Na verdade, todos os homens que tiverem esse dedo assim, ou maior ainda (já vi) são na verdade Carneiros e podem guiar-se pelo signo de Carneiro que é mais certeiro para eles, sejam touros, gémeos e até... virgens. Somos impacientes. Somos fogosos, olhamos nos olhos, bem lá no fundo e não nos virámos para trás a seguir. Interessa é aquele olhar intenso, de fogo, depois... a impaciência leva-nos à proxima experiência!  Somos verdadeiros predadores, com todas. Queremos sexo com todas, mas amamos a todas vocês... embora não acreditem e isso dói-nos, saber que vos amamos, mas que precisamos de mais.
A culpa é mesmo da mão!
Outra coisa... não me perguntem o que penso... eu não digo ou invento algo. A minha mulher fica louca por isso. Somos muito altruístas, mas introvertidos, no bom sentido. Conseguimos viver sós, connosco mesmos!
Somos bons pais de família, mas maus maridos, porque... somos óptimos amantes!

Já pensei em cortar o dito dedo, mas penso que só me baixava a líbido... no momento.
Se souberem de um remédio qualquer que me acalme, digam, porque isto queima mesmo e... o Verão aproxima-se!
 
 
música: Eye of the Tiger
publicado por oamante às 10:41

link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Apenas eu

Ok, vamos lá a adivinhar quem era o actor do penúltimo post, sobre a indiferença masculina. O primeiro era o Matt Damon. A quem correspondia o «Ele» da segunda situação?
Bom... nem mais, nem menos que a mim próprio! Pois, o Amante!
Será verdade? Sim, claro que sim.
Sou casado há 16 anos e tivemos 3 grandes brigas sobre sexo! Eu queria que ela fosse mais... brava... sedenta... activa!
Quando casei, tive a sorte de poder pôr em prática muito do que sabia, pois tinha sexo ali à mão e todos os dias e podia ver as diferenças que cada nova posição fazia na mesma mulher.
Desenvolvi ainda mais a arte, com os anos.
Para vossa informação, (ai, ai ai, A Amante) satisfaço muito a minha mais-que-tudo, daí os ciúmes dela, em perder tal «coisa». E sou um democrata em casa, vivendo em sistema tipo cooperativa. Lol. Todos mandam e todos trabalham.
Acontece que as brigas surgiam porque eu queria sentir as mesmas sensações que via a minha mulher ter. Ok, não era para ter tantos orgasmos, mas queria sentir o corpo todo, a pele... tudo. Como eu lhe dava.
Depois das brigas, ela dava um pouco dela, mas com o tempo perdia-se de novo na passividade.
Aos poucos, fiquei a não querer ter sexo e cheguei à terceira briga em que decidi «puni-la» (ao que se chega!). Ela sentia ciúmes de todos e tinha alguma razão, pois eu arrastava a asa para duas raparigas e nós homens não sabemos mentir. Elas nunca quiseram nada comigo, a esse nível, só diálogo. Uma é o meu Anjo e é bem casada; a outra, não me queria para isso (snif).
Assim, e depois de ver o filme, decidi não ter mais sexo. Fui inventando dores de cabeça (conhecem? Lol), cansaço, trabalho... e assim fui andando. Mas decidi também cortar o desejo, para ver se conseguia viver curado de não pensar mais em mulheres.
Nos primeiros dias, não foi fácil, pois evitava olhar para vocês, minhas lindas! Mas era uma estratégia errada, pois continuava a pensar ainda mais no vosso corpo!
Resolvi então que tinha de haver outra alternativa e passei a tentar matar a líbido. Então, olhava para as mulheres, mas tentanto vê-las só como... companheiras.

Custou muito obter uma distanciação assim tão grande, quando vocês estavam ali tão perto. Mas com o andar das semanas lá fui conseguindo olhar para vós de forma... distante... objectiva. Até ao primeiro mês custou muito, mas lá para meio do segundo até que já estava bem lançado: olhava e nada, como os padres (!).

Convém dizer que desde criança sempre controlei os meus músculos e conseguia colocá-los na posição certa, depois de entorses e coisas assim. Também já tinha conseguido controlar o coração, nada mais que outro músculo!
O pénis custou-me mais, mas consegui aos poucos controlar os músculos que provocam a erecção.
Mas havia algo mais: a ideia de sexo. Na verdade, a líbido não depende do pénis, mas sim da cabeça. Foi aí que eu venci o desejo de sexo e funcionou. Só que, ao negar o sexo, para evitar ser infiel, também deixei de ver a minha mais-que-tudo de forma sexual e entrei por aquela indiferença.
Ela reagiu ao fim de uns dois a três meses, de forma explosiva. E não queria apenas amor, também queria sexo.
Acabei por satisfazê-la, como faço ainda hoje e muito!
Porquê?
Simples: todos temos um dom. Há quem tenha o dom de pintar, de oratória e tantos outros. A minha mais-que-tudo tem o dom de ajudar os outros, o que é muito bom. Eu fui ter este dom estúpido de ver a mulher como um ser sexual a quem gosto de dar prazer!
Quando ambos, no casal, têm o mesmo dom é bom. Imaginem dois pintores: ele oferece-lhe um quadro e ela fica extasiada. Ela retribui-lhe outro quadro e ele entra em transe, ficando ambos extasiados diante daquelas ofertas.
Eu fui ter um dom difícil de encontrar nas mulheres: o dom do sexo bom! Acreditem que experimentei fora do casamento uma vez e... nada. E ela era viúva, nova!
De modo que decidi combater o conceito de sexo, as mentalidades retrógradas e ir até onde for possível, para o que criei este blog e site. permitindo que vocês experimentem sexo como deve ser.
Eu prefiro uma mulher forte, fatal e com todas as características que fazem dela uma mulher altamente sexual. Não me importa que seja apenas para sexo.
As duas que eu tentei até eram assim, mas... pelos vistos... não consegui seduzi-las.
Elas também nunca acreditaram muito nas minhas capacidades, tal como vocês, Lol. Realmente é difícil acreditar que um homem possa ser bom na cama.
Eu sou muito liberal, quanto a sexo e a amor, mas nunca posso ter diálogos assim com a minha mulher. Falamos de algumas coisas e ela até acabou por comprar os livros e leu-os, mas custa-lhe a passar à pratica. Ela é um pouco passiva e reconhece que não me dá o que eu lhe dou. Mas não consegue dar mais, pois não tem esse dom.
Eu, custa-me vê-la desconfiada, sempre que cumprimento uma rapariga na rua, mas não consigo deixar de apreciar uma bela mulher, capaz de me cativar com o olhar e com o corpo.
Assim, há um tempo atrás, tomei uma decisão capaz de me cortar a líbido... ou mais ou menos isso.
Criei um corpo que não satisfaz as mulheres e assim evito que elas me olhem e quando me olham eu penso que elas estão a observar o que tenho de mau: chamo-lhe barriga com chip de memória. Tentei ter mãos de sapo, mas não consegui, nem o resto do corpo. É mesmo só barriga. Ainda não cai pelo cinto, mas...
Vocês quase a viam, quando postei as três fotos no Dia da Mulher. Como não encontrei o que queria na net, criei eu as imagens comigo e não gostei que as primeiras mulheres a me verem tivessem dito tanto mal. E depois, achei estranho ter o meu corpo na net.
E ando assim, só para ver se deixo estes pensamentos loucos, porque o mau devo ser eu!
Pensem que se eu ficasse livre, ia querer tê-las a todas sem escolher uma! Viram como é mau? Ou podia escolher uma, mas mantendo abertura sexual com outras.

Pois...
Ando assim... e como diz a TNT, no Verão, com a vossa pele à vista, eu debato-me ainda mais... enlouqueço!
Este sou eu,apenas humano, e se a minha mais-que-tudo quisesse, eu vivia sem sexo, mas, pelos vistos, não dá!

Porque postei isto tudo? Porque estou escudado no anonimato. E porque quero que vocês mulheres cresçam um pouco. O sexo está na cabeça, procurem-no aí e tentem criar em vocês o desejo. Caso contrário, quando virem o vosso marido/companheiro não lhe apetecer tanto sexo... (de certeza que não farão o que eu faço, acalmem-se).

E estes impulsos sensuais é tudo culpa da minha mão, mas isso fica para o próximo post.
 
 
sinto-me: decepcionado, louco
publicado por oamante às 12:04

link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
Segunda-feira, 9 de Abril de 2007

Sorry!

Desculpem-me lá! Não tenho conseguido postar como queria, mas não fui ainda desta para melhor, nem decidi abandonar a blogosfera.
Tal como já disse algumas vezes, não dá para aceder à blogosfera em casa, pois se eu escrevo algo maior que uma linha, a minha mais-que-tudo, "posta-se" ao meu lado, desconfiada que ando no MSN, em chat's ou algo pior como a blogosfera! Lol. Ela acha tais meios de comunicação, como verdadeiros atentados à paz do lar, capazes de dar a volta ao miolo deste amante! Pois, «fia-te na Virgem e não corras».
Por isso, preparem-se para os meses de Agosto e Setembro, que não vai dar. Julho, será mais ou menos. Fins-de-semana e feriados é igual.

Contudo, leio-vos às vezes, pois tal não implica escrever e ir à net consigo sempre...
Aliás, a pesquisa na net é algo que adoro: sou curioso. Como devem ter reparado.

Mas, por agora, voltei. Melhor dizendo, amanhã.
Espero que não se tenham chateado comigo e tenham decidido «deslinkar-me». Vá lá! Eu volto! Prometo! Lol.
Até amanhã!
 
 
sinto-me: com saudades
tags:
publicado por oamante às 17:22

link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. E assim me vou!

. Adoro mulheres em fúria!

. A Paixão

. Taradices?

. O Paraíso

. Culpado

. Como isto não cabia nos c...

. Amante de Casadas

. Masturbação e Fellatio

. Fantasias III

.arquivos

. Agosto 2010

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds