Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Fantasias II

E que tal cumprirem uma fantasia: fazê-lo na serra!
É óptimo, acreditem. E quem o diz sou eu que afirmo ser bom é no quarto. Mas na serra, a adrenalina toma-nos os sentidos.
Primeiro, há o factor público: estamos sempre a olhar para a direita e para a esquerda a ver se alguém se aproxima.
Nós fizemo-lo numa clareira, numa colina sobre um vale, como um promontório. A vista era linda e aquela envolvência da natureza dá-nos uma pica enorme.
Nunca mais se esquece!
É uma das nossas fantasias agora...
Depois conto outra.
 
 
publicado por oamante às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Fantasias

Quem não gosta de uma boa noite de sono? É altura para acalmar o corpo e dar descanso à mente.
Contudo, sabemos também que é a hora de darmos largas à imaginação, de revermos de forma onírica tudo aquilo que nos pediu atenção ao longo do dia.
Assim, ao lado de episódios sobre os mais variados temas, não é de estranhar o surgimento de cenas eróticas, onde damos largas à imaginação e... quem sabe... aos nossos desejos interiores.
Não há que ter vergonha de tais episódios, por muito exóticos que eles possam ser, pois não devem ser tomados à letra: são sonhos, apenas.
Agora, é sabido igualmente que temos sonhos acordados, como se costuma dizer, mas que os tratamos de fantasias quando versam um cariz sexual.
Se os sonhos não nos devem preocupar muito, relativamente às fantasias sexuais, o assunto é outro. Aqui, a norma é ter muita atenção, ver o que isso significa, o que queremos e... principalmente... se queremos mesmo!
É que algumas fantasias destinam-se apenas a ser isso mesmo: fantasias que não devem nunca ser realizadas.
Elas servem para nos dar força, para nos aquecer, muitas vezes, nos momentos em que o acto sexual em si não nos está a correr de feição. São auxiliares, não de memória, mas da prática!
Se não forem recorrentes, servindo para uma outra ocasião, não haverá problema de maior.
Algumas fantasias podem mesmo ser dadas a conhecer ao parceiro, desde que isso sirva para aumentar o clímax e não sejam assim... muito... exóticas. Se o/a parceiro(a) demonstrar abertura... digam-lhe tudo mesmo! Desde que saibam também ouvi-lo, é claro.
Agora há fantasias que se destinam a ficar no nosso íntimo, que nos servem só a nós, por uma peculiaridade qualquer.
No fundo, todos nós temos segredos. Alguns podem ser contados aos amigos, outros... simplesmente nunca podem sair!
Ou vocês costumam contar todas as fantasias que lhes passam por essa cabecinha cheia de... coisas tão lindas?
 
tags:
publicado por oamante às 11:49

link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Fantasias II

. Fantasias

.arquivos

. Agosto 2010

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds