Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Mulheres assim... não, obrigado!

Este fim-de-semana, encontrámos um casal amigo, no Madeira Shopping (não sabem onde fica?) e fomos ao café. Sentámo-nos numa mesa vazia, e lá eu comecei a perguntar o que tomavam, para ir ao balcão pedir.
Qual não foi o meu espanto, quando o outro rapaz/homem/era um gajo novo (como eu, Lol) deu 5 euros à mulher e a manda ir ao balcão.
Nem me deu tempo para dizer que ia, porque ela foi logo.
Não gostei nem do modo como ele lhe pediu que fosse, nem do modo como lhe deu o dinheiro e pior, não gostei do modo como ela lhe devolveu o troco todo.

Não falei, porque eles são mais amigos da minha mulher e conheço-o mais ou menos apenas. E também não falei, porque acho que a mulher merece. Uma mulher que vê o marido chegar a casa às 19 horas, tomar banho, sair e voltar às 4 h da madrugada e aceitar que quer ficar com ele mesmo assim...

Eu não posso falar dele, pois pelos vistos quero o mesmo. Mas tratar alguém assim... como gato-sapato, como criada...
Talvez tenha chegado o momento de ser franco e fazer como diz a Kats, contando a verdade e dissolvendo o casamento, porque infidelidade é sempre traição.

Ultimamente, ando com ideias loucas, ando em reflexão. Daí não estar a postar como antes.
 
 
publicado por oamante às 17:58

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Mulheres assim... não, ob...

.arquivos

. Agosto 2010

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds